Aves de Gonçalves – MG

Aves de Gonçalves é uma exposição que reúne uma seleção de fotografias de espécies que ocorrem na região de Gonçalves. Com um relevo de altitude variada e diferentes tipos de ambiente, o município possui, conseqüentemente, uma vasta riqueza de plantas e animais.

Hoje, em função do desmatamento, cerca de apenas 7% da Mata Atlântica, que já ocorreu em todo o Leste brasileiro, sobrevive ao corte ilegal e as políticas ambientais que as tornam mais vulneráveis. Um dos ambientes de destaque na região de Gonçalves é a Mata de Altitude, representada principalmente pelas Florestas de Araucária. Estes ambientes abrigam espécies vegetais e animais endêmicas, ou seja, que só existem nele. Com a extinção destas Florestas tem-se, também, o risco de extinção de plantas como o Xaxim, mamíferos como o Macaco Mono-Carvoeiro e aves como Caneleirinho-de-chapéu-preto.

Por essa biodiversidade e pela estrutura hoteleira que possui, Gonçalves apresenta potencial forte para o turismo de Observação de Aves, que tem se tornado importante ferramenta para a educação e a preservação ambiental. Com base nos trabalhos de levantamento de Avifauna realizado pelo Ornitólogo Marcelo Vasconcelos e Santos D’Angelo, um projeto de mapeamento dos pontos favoráveis á prática da Observação de Aves está sendo feito por Rafael Fortes e Vinicius Pontello, identificando pousadas, estradas e propriedades particulares que abrigam trechos de mata conservada em seu domínio.

Trepadorzinho (Heliobletus contaminatus) l Foto: Rafael Fortes

Trepadorzinho (Heliobletus contaminatus): espécie normalmente florestal de matas úmidas. Vive frequentemente na copa das árvores, onde pode ser visto acompanhando bandos mistos e retirando musgos e liquens das árvores à procura de insetos para se alimentar.
Foto: Rafael Fortes

Foi com este texto que apresentamos a Exposição em Gonçalves, que ocorreu por dois finais de semana no Clube Recreativo da cidade, durante o 3° Festival de Inverno, e que permanecerá na Pousada Bicho do Mato. As 12 fotografias apresentadas na exposição foram feitas em Gonçalves.

Nosso intuito era registrar as espécies locais, desde aquelas consideradas endêmicas, de ambientes específicos, até espécies mais comuns, as quais convivem com freqüência com os moradores locais.

O espaço do Clube Recreativo, onde ocorreu à exposição, foi palco ainda de várias outras atividades do Festival de Inverno, como apresentações musicais e teatrais, oficinas, feira de artesanato regional, ponto de encontro de saídas fotográficas, dentre outras. Neste contexto, as Aves passaram a fazer parte do ambiente do Festival, sendo observadas pelos Gonçalvenses e Turistas que circulavam e participavam do Festival.

Nos momentos que ficamos por lá foi muito interessante observar a reação dos visitantes, que nos indagavam sobre espécies que freqüentavam suas casas, algumas aves que costumam avistar, mas não sabiam identificar, ou ainda, observações como “este passarinho não existe aqui em Gonçalves” destacada por um senhor ao ver o cavalete com uma foto de um Tangará-dançarino, que convidava as pessoas a adentrar no salão onde ocorria a exposição. Situações como estas nos mostram quão grande é nossa missão em relação à conservação da natureza e o pouco conhecimento que temos sobre os habitantes das matas.

Arapaçu-escamado-do-sul (Lepidocolaptes falcinellus) l Foto: Vinicius Pontello

Arapaçu-escamado-do-sul (Lepidocolaptes falcinellus): ocorre do sudeste do Brasil, principalmente nas montanhas, para o sul. Essa espécie gosta muito de procurar os insetos que se alimentam em matas de araucárias. Tende a desaparecer onde a mata é perturbada ou cortada.
Foto: Vinicius Pontello

Para complementar as imagens acrescentamos uma legenda descrevendo o nome comum e cientifico de cada espécie, além de um texto breve que apresentava cada ave, destacando suas características físicas e biológicas. Os textos elaborados pelo amigo e ornitólogo Marco Aurélio Crozariol estavam em perfeita sintonia com as fotografias, sensibilizando ainda mais o observador em relação à ave registrada. Neste post são apresentadas duas fotos da Exposição com os textos elaborados por Marco A. Crozariol.

Com a missão de envolver os Gonçalvenses nas atividades do Festival de Inverno, os organizadores do evento promoveram atividades com as escolas e suas crianças. Através desta ação, as crianças puderam retratar suas experiências com as aves as quais convivem e, também, com aquelas observadas durante a exposição por meio das fotografias impressas e projetadas em telão pelas organizadoras, que posteriormente se transformaram em desenhos e foram expostos no salão do Clube Recreativo juntando-se aos nossos registros. A passarinheira Isabel Lira foi quem organizou esta atividade com as crianças e destacou com entusiasmo as reações das mesmas, além das inúmeras histórias relatadas pelos pequenos.

Toda esta dedicação que temos tido com Gonçalves e que chamamos de projeto tem a missão de conscientizar não só os moradores locais, mas também os turistas. Com o desenvolvimento do nosso trabalho estamos conhecendo e obtendo informações de áreas as quais visitamos e passarinhamos, conversando com os proprietários e vizinhos sobre o que temos observado, ressaltando sobre a importância daquela área, da beleza daquela ave, da alegria em contemplar tudo isso.

O projeto tem um prazo e vigência infinita. Desejamos que o trabalho de cativar e conhecer a região não se encerre. E para isso atividades serão promovidas com este fim, como passarinhadas guiadas, divulgação das aves observadas, novas exposições e atividades culturais, Guia de Aves da região, etc.

Como se tem de valorizar quem prestigia, é imprescindível que não esqueçamos de agradecer aqueles que ajudaram de todas as formas este ponta-pé inicial: III Festival de Inverno de Gonçalves, COAVAP – Clube de Observadores do Vale do Paraíba, Departamento e Conselho de Turismo de Gonçalves, Elizangela Costa, Isabel Lira e Pousada Bicho do Mato, Letícia Pizetta, Marcelo Peneluppi, Marcelo Vasconcelos, Marco Aurélio Crozariol, Santos D’Angelo Neto, Regina Pontello, Renato Pontello, Sergio Coutinho, Tullio Pontello.

 

[ LOGO ABAIXO UMA GALERIA DE FOTOS DO PROJETO “AVES DE GONÇALVES” ]

 

::: GONÇALVE-SE :::

Anúncios

3 pensamentos sobre “Aves de Gonçalves – MG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: